Saturday, January 17, 2009

Antes da internet

A vida na terra começou muito antes da Internet ser inventada. Uma das coisas que faziam as criaturas que viveram no planeta durante esse estranho período era jogar à bola. Mas havia mais! E nós, que passamos a vida na Rede Mundial Alargada, não podemos deixar de sentir alguma admiração - e mesmo nostalgia – por ser possível, ao que se sabe, viver uma vida inteira sem certos sites, como os de chat, o hi5 e os blogs de gaja (aqueles cor-de-rosinha) - qualquer deles, estou certo, a invenção do século.
Os seres unicelulares não sei, sequer, se já se comiam uns aos outros ou se sobreviviam só graças à fotossíntese, por exemplo. Foram eles que deram início a este longo período pré-internet. Só depois deram sinais de que, afinal, a vida podia ser mais complexa. Começaram a cobiçar os outros, e esse foi o caminho que levou à gastronomia, ao amor e à guerra.
E ao futebol. Isto tudo para dizer que, há umas semanas, dois mil e nove anos depois de Cristo, comprei duas bolas numa loja de antiguidades que merece uma visita, uma voltinha de fim-de-semana em família, talvez, que se chama Sportzone. Uma a sério e outra de borracha, para dar toques dentro de casa.
A net é gira, mas há certos hábitos, como a fotossíntese e jogar à bola, que não se devem perder.

10 comments:

Fabulosa said...

concordo, há mais na vida do que a net, os mails, os blogues.... e é bom que a aproveitemos a viver. ;)

Donnola said...

voto na fotossintese. é pena nunca ter conseguido fazê-la

:DDD

J. Bailica said...

Essa capacidade Fabulosa, a da fotossíntes, não temos mas temos outras na vida, além desta de poder aqui falar, que Deunnola a vida e a net :)

Tari said...

Cheirou-me um pouco a machismo essa do quaquer um "blog de gaja". Gostava que me explicasses qual/quais os motivos para os considerares a invenção do século...

Quanto à fotossíntese é uma figuração interessante.

A bola, nem que viessem mais 500 invenções como a internet, desapareceria. Está tão incutida na nossa sociedadezinha que não há volta a dar...

Beijinhos**

J. Bailica said...

Tari, quando falei em blogs de gaja referia-me não a blogs escritos por mulheres, em geral, mas a determinado tipo de blog, supostamente intimisto-provocador, com fundo a cor de rosa, que proliferam pela net. Mesmo sem quase nunca os procurar, tenho encontrado alguns. Têm a sua piada e interesse (ou tinham, os primeiros, agora é uma coisa mesmo estereotipada, a maioria), mas pode-se brincar um pouco com eles, digo eu. Há outros blogs 'típicos', como os regionais ou locais (o meu pretende brincar um pouco com essa ideia); os urbano-depressivos; os hiper-intelectualizados; os 'paz-de-espírito-energia-positiva-viva-a-vida'... sei lá, se calhar todos os blogs (e respectivos autores) entram em categorias diversas, em estereotipos (somos todos um pouco cromos, pronto).

Até estou a pensar fazer posts com base nisto (mas sem malícia!)
(ou com!) do género: se este blog fosse um blog rural,ou de gaja ou etc. poderia ter um post assim, e assado e etc e tal.

De qualquer modo, espreita lá um exemplo de blog de gaja, e vê depois a lista dos que lá estão recomendados, se quiseres:
http://perguntasdegajas.blogspot.com/

J. Bailica said...

Mas vou deixar isso mais claro, no texto.
Obrigado pelo alerta.

Woody said...

É quase impossível entrar na Sportzone e não nos sentirmos tentados a comprar uma bola... É dos melhores objectos a ter à mão...

J. Bailica said...

é mesmo

Tari said...

Fiquei esclarecidíssima, principalmente, depois da vista de olhos, muito geral, aos teus exemplos bem escolhidos. É mesmo impressionante esse fenómeno que estava ausente (e vai continuar a ficar) na minha vida ;)

Não era preciso teres mudado o texto mas já agora muito obrigada pela preocupação!

Acho mesmo interessante e, de certeza, caricata essa ideia de catalogar diferentes estilos de posts e relacioná-los com alguns tipos de blogs. Aguardo com prognósticos positivos esses textos...

Beijinhos**

Donnola said...

:DDDDD