Thursday, December 18, 2008

Ouvindo conversas, lendo fragmentos, observando sinais


Eu, para a vizinha Maria Nazaré:
- A sua gata entrou-me em casa. Não é uma que tem um guizo?
Ela:
- Entrou? Ah p. de m. É muito atrevida. Anda-lhe aí a conhecer as divisões da casa! Ahahah. Ela não faz mal, mas é muito lascarinha. Só o mais que pode fazer é ir ficar à sua cama! Uhhuhah!
Maria Lúcia, outra vizinha:
- Olhe que ainda vai ficar à sua cama, hoje!
Eu:
- Pois.


(Maria Nazaré - quase 70 anos; Maria Lúcia - mais de 50 anos; hoje, Eiras de Sabaio)

9 comments:

Margarida Pereira said...

'Lascarinha' é delicioso...
delicioso...
Ah o sadio ar do campo...
Deuses...

Margarida Pereira said...

... hum...., que quer dizer por aí exactamente 'lascarinha'?!

J. Bailica said...

Lascarinha quer dizer curiosa, cusca, atrevida...

Margarida Pereira said...

Nem mais!
Aplica-se que nem uma luva aqui à petinga!
;)
obrigadinha e beijoca!

Furetto said...

Vai ficar? Isso é Português?

Tari said...

Ahahahah

Parece que elas as duas queriam era ser essa gata para poderem fazer o mesmo ;)

Beijinhos**

J. Bailica said...

Furetto, há uma contradição entre as palavras, pelo menos aparentemente; mas se se tiver em conta que o verbo ir também se usa para indicar acções futuras, além de significar partir, deslocar, viajar... penso que se aceita.
Tari, usa-se muita metáfora e muita ironia nas mais simples conversas.

Fabulosa said...

isso era uma ameaça... ;)

J. Bailica said...

Aquilo trazia água no bico, no mínimo.